Homenagens e música no aniversário de 90 anos da Rede Gazeta

Comemoração com os funcionários foi nesta terça-feira (11), na sede da empresa

Por Carla Nascimento - atualizado em 12/09/2018 as 13:25

logo_residenciaTexto: Gilson Arão – residente no 21º Curso de Jornalismo da Rede Gazeta

São 90 anos de transformações e diálogo com um mundo que muda todos os dias. Nove décadas. Um número que representa seu valor, o mais alto limite de uma vida humana. A Rede Gazeta, na data de hoje, mostrou que nem mesmo o tempo é capaz de apagar memórias insondáveis de um povo que todos os dias luta, sonha, trabalha e confia.

Foto: Guilherme Ferrari

Foto: Guilherme Ferrari

O parabéns foi cantado com ajuda de uma escola de samba

O 11 de setembro de 1928 se repetiu na tarde hoje (11) nas dependências do Parque Gráfico da Rede Gazeta. O texto que deu início à solenidade de aniversário da Rede, proferido pelo jornalista Mário Bonella, lembrou acontecimentos marcantes e inéditos na história do maior grupo de comunicação do Espirito Santo.

A cerimônia dos 90 anos, foi inaugurada pelo diretor-geral da Rede Gazeta, Carlos Fernando Lindenberg Neto, o Café, que se emocionou ao relembrar durante o seu discurso da trajetória percorrida por ele, sua família e os desafios enfrentados para que a Rede Gazeta se firmasse num mercado pautado pelo cenário dissente de uma economia que oscila fragilmente.

O desafio resultou na expansão da empresa, que até hoje preserva seu conjunto de valores. “Somos uma empresa familiar, em vários sentidos, mas temos um diferencial importante, sabemos qual o nosso papel numa empresa jornalística”, disse. Ele ainda enfatizou que “uma empresa jornalística é uma memória das pessoas que a fazem e que a Rede, desde sua existência, tornou-se um acontecimento inédito na vida dos capixabas”, concluiu o gestor.

Foto: Guilherme Ferrari

Foto: Guilherme Ferrari

Funcionários assistiram

Participaram da cerimônia a diretora de Transformação, Letícia Lindenberg, o diretor de Jornalismo, Abdo Chequer, demais gestores e representantes da sede e das regionais da Rede Gazeta no Estado.

Funcionários, gestores e colaboradores foram homenageados durante o evento como reconhecimento pelo trabalho desempenhado na empresa. Ao longo da cerimônia, houve a exibição de uma série de depoimentos de trabalhadores que há décadas contribuem para o fomento de novas ações e o crescimento da empresa.

O parabéns, cantado tradicionalmente em toda comemoração, foi realizado no fim da cerimônia com a presença de uma escola de samba, para a surpresa dos funcionários.

É possível vislumbrar um novo futuro que mobiliza novas ações, rupturas, projetos e mudanças estruturais que surgem a todo vapor no mundo da comunicação. Diante disso, a Rede Gazeta com suas ações mostra que já tem se preparado para viver esses processos sem abandonar os tradicionais meios de se comunicar. É atentar para o novo, mantendo os meios tradicionais, que estão a serviço da população, da democracia e claro, da liberdade de expressão. Que venham os 100 anos!

Opine

Envie o seu comentário para a Rede Gazeta. A sua participação é muito importante para nós.