Rede apresenta indicadores de sustentabilidade e entrega dados ao Prefeito de Vitória

Estudo aponta indicadores e notas em temas como segurança, saneamento e mobilidade

Por Ismael Inoch - atualizado em 04/12/2017 as 20:25

A Rede Gazeta recebeu, nesta segunda-feira (04), a apresentação do levantamento feito pela Rede de Monitoramento Cidadão (RMC) de Vitória. O estudo teve os dados apresentados no auditório da empresa e revelou os indicadores de sustentabilidade urbana que retratam o desenvolvimento da capital capixaba. Os dados técnicos, levantados junto ao poder público, e os indicadores de percepção, coletados através de uma pesquisa de opinião pública, abordam temas como mobilidade, segurança, saneamento básico e outros assuntos que interferem diretamente na sustentabilidade da cidade e qualidade de vida de seus moradores.

Caroline Mauri

Caroline Mauri

Encontro foi no auditório da Rede Gazeta em Vitória

Mais de 130 indicadores técnicos foram levantados junto ao poder público. Após a coleta dos dados, um grupo de especialistas, coordenado pelo Grupo Estratégico de Monitoramento, da RMC Vitória, realizou uma análise de consistência dos indicadores, com o objetivo de colocar à prova a qualidade, acuracidade, confiabilidade e relevância dos dados fornecidos pelo poder público. Já a pesquisa de opinião pública, realizada em setembro e outubro, ouviu mais de mil moradores das diferentes regiões de Vitória com o objetivo de entender como os cidadãos percebem o avanço, ou não, do desenvolvimento sustentável do município e quais os temas que consideram mais importantes para o futuro de onde moram.

Prioridades e insatisfações

IMG_2258“A proposta é apresentar tudo isso para prefeitura e cidadãos para fazer uma ampla pauta de comunicação e traduzir os dados. Com isso, vamos mostrar o que de fato impacta na vida das pessoas e o que a gestão pública precisa priorizar na construção de uma Vitória sustentável. As principais insatisfações apontam setores como saúde, mobilidade e segurança”, revelou o coordenador nacional do Projeto Redes de Monitoramento Cidadão, Fernando Penedo.

IMG_2315O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, recebeu os dados do estudo, em mãos, para análise do executivo municipal. “Não existe futuro sem indicadores. ‘Achismo’ em gestão pública não funciona. Nossa gestão procura priorizar os dados para acelerar nossas pautas e seguir o trabalho”, destacou o prefeito.

“Vitória aparece em destaque em termos de desenvolvimento em qualidade e que tem espaço para desenvolver melhor. Os dados foram apresentados pela própria população para que fossem entregues à Prefeitura”, explicou o presidente da Rede de Monitoramento em Vitória e representante do movimento Espírito Santo em Ação, Aridelmo Teixeira

Mostrar os dados e cobrar melhorias

Caroline Mauri

Caroline Mauri

Leticia Lindenberg é diretora de transformação da Rede Gazeta

“A gente, como grupo de Comunicação, tem o papel de envolver a sociedade e informar sobre o avanço ou não em áreas como segurança, saúde e mobilidade. Tornar esses dados públicos é a nossa forma de contribuir nesse projeto com a qualidade de vida em Vitória”, explicou a diretora de Transformação da Rede Gazeta, Leticia Lindenberg.

O projeto conta com o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da CAIXA e parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e tem como agência executora a Baobá – Práticas Sustentáveis. “É a oportunidade de ouvir o cidadão e as pessoas que ocupam a cidade. Os dados apresentam os que os moradores mais solicitam para proporcionar qualidade de vida. Possibilitamos para a gestão pública elementos que melhorem a cidade e o desenvolvimento dela”, disse o superintendente regional da Caixa, Geraldo Lorencini.

Saiba mais sobre a RMC Vitória

A Rede de Monitoramento Cidadão de Vitória é uma organização independente e apartidária, criada com o objetivo de acompanhar, de forma técnica e imparcial, o desempenho da cidade em questões que impactam sua sustentabilidade e a qualidade de vida de seus cidadãos.

Composta por representantes da sociedade civil, setor produtivo, academia e mídia, a RMC também realiza pesquisas e estudos, dissemina informações e análises, e desenvolve iniciativas com diferentes setores da sociedade, por meio de projetos e estímulo à ação política responsável, que promovem a sustentabilidade da cidade.

Opine

Envie o seu comentário para a Rede Gazeta. A sua participação é muito importante para nós.