Sinal analógico está fora do ar e TV Gazeta permanece com digital no 4.1

Jornal ao vivo direto de Vila Velha marcou o fim de uma era da televisão

Por Ismael Inoch - atualizado em 26/10/2017 as 14:19

Foto: Ismael Inoch

Foto: Ismael Inoch

ESTV 1ª edição saiu do estúdio e foi ao ar ao vivo direto da Praça de Paul, em Vila Velha

Tudo digital! A programação da TV Gazeta está disponível somente em sinal digital na Grande Vitória, a partir desta quinta-feira (26). A região cumpriu a meta do Governo Federal para a virada e tem mais de 90% dos domicílios com o uso do sinal digital.

Para marcar a data, o último ESTV 1ª edição saiu do estúdio e foi ao ar ao vivo direto da Praça de Paul, em Vila Velha, nesta quarta (25). O telejornal da hora do almoço foi apresentado pelos jornalistas Philipe Lemos e Rafaela Marquezini, com a participação da banda Casaca, além do coral e roda de capoeira do projeto Dom Mauro que funciona no mesmo bairro.

O sinal analógico de televisão saiu do ar nas cidades de Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra, Viana, Fundão e Guarapari. Para não deixar o telespectador sem acompanhar a programação da TV Gazeta e da TV Globo, a afiliada tem um site especial com o passo a passo de como fazer sua televisão receber o sinal digital. O endereço é www.tvgazetadigital.com.br ou ligue para a Seja Digital, no telefone 147.

“Foi uma alegria esse jornal ao vivo aqui no nosso bairro. Em casa eu tenho um aparelho que funciona no analógico, mas aqui na pracinha eu consegui tirar as dúvidas de como fazer a mudança e vou colocar a antiga para ser digital também”, comemorou a pensionista Maria Gorete Loyola que assistiu o ESTV direto da plateia.

Com a permanência do sinal digital como única opção na Grande Vitória, a  programação fica garantida com qualidade superior de imagem e de áudio. Tudo de graça e sem nenhuma mensalidade. Quem ainda não fez a mudança do sinal, deve instalar um conversor digital e uma antena que receba o sinal. Para que for comprar o conversor, a sugestão é anotar o modelo da televisão e apresentar ao vendedor na loja.

“Eu estava assistindo o jornal em casa, vi que estava aqui na praça do bairro e vim conferir de perto. Até tenho uma aparelho antigo com conversor instalado, mas assisto mais a TV Gazeta na televisão nova que já é digital”, explicou a comerciante Josana Maria de Menezes.

A história da TV de perto

A história da televisão no Brasil começou em 1950. O aposentado Anacleto Freire Gonçalves tem 91 anos e acompanhou do essa história de perto. Agora, no final do sinal analógico, estava ele lá, participando do último ESTV 1ª edição com essa sintonia.  “O jornal perto da gente é um estimulo para participarmos. Eu sou da época do preto e branco e posso garantir que com o digital está tudo muito melhor”, destacou ele que é um dos moradores mais antigos do bairro.

Sortuda digital

A auxiliar de serviços gerais Marinalva Miranda de Oliveira foi levar a filha na escola e na volta viu que tinha ESTV ao vivo na praça. “Eu me aproximei e sentei na cadeira. No fim eles falaram que tinha um selo que daria direito a um prêmio. Levantei para ver e era a minha. Adorei! Ganhei da TV Gazeta um kit com conversor e antena”, disse a sortuda que aproveitou para conhecer os apresentadores do jornal.

Perguntas e respostas 

Por que preciso de uma antena UHF e um conversor?

Porque outros modelos de antena não captam o sinal digital de televisão. Sem uma antena UHF, os televisores não poderão exibir a programação dos canais abertos de televisão transmitidos pelo sinal digital. Só precisará de um conversor quem utiliza TVs de tubo ou TVs de tela plana que não tenham o conversor embutido. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

Preciso comprar uma televisão nova?

Não. Todas os televisores podem ser utilizados para assistir os canais abertos transmitidos pelo sinal digital. Porém, seu televisor pode precisar de adaptações. Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

Posso usar qualquer tipo de antena para captar o sinal digital?

Não. A antena deve ser UHF e, de preferência, externa, instalada no telhado de casa.

Informações e contato 

www.tvgazetadigital.com.br ou acione a Seja Digital, no telefone 147.

Curiosidades

– A TV Digital é de graça e não tem mensalidade

– O processo de desligamento do analógico se chama Switch Off

– TV Digital não tem imagem com chuvisco ou chiado

– Mais de 1.300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018

– O desligamento do sinal analógico vai liberar espaço para internet 4G

Opine

Envie o seu comentário para a Rede Gazeta. A sua participação é muito importante para nós.