Ative entra para grupo internacional de negócios

Ao todo, 216 marcas fazem parte do Business Network International (BNI)

Por Caroline Mauri - atualizado em 13/12/2018 as 11:56

Com informações de Danielle Rodrigues

Especializada em soluções digitais, a Ative, da Rede Gazeta, começou a fazer parte de um grupo internacional de negócios, o Business Network International (BNI). O objetivo da entidade é promover a conexão entre empresários para juntos construírem uma rede de troca de informações, além de fortalecimento e ampliação de negócios.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Empresários do Estado participam de palestra do Business Network International (BNI)

Ao todo, já são 216 negócios participantes e uma delas é a Ative. Atualmente, no Espírito Santo, já existem sete grupos que se reúnem periodicamente para indicação de negócios e fortalecimento dos serviços, sendo que em 2018 já movimentaram R$ 25 milhões.

“Nosso objetivo é ampliar a oferta de fornecedores de qualidade, além de fortalecer a rede de empresários que acreditam no poder do espírito de entreajuda. Trabalhamos com uma metodologia de indicações mútuas de negócios, sendo que em cada equipe só é permitida a participação de um representante por segmento, que se torna referência para o grupo. Também são realizados constantes treinamentos com foco no desenvolvimento dos gestores e dos negócios envolvidos”, explica o diretor executivo da BNI/ES, Rodrigo de Bernadi.

Para a coordenadora da Ative, Angela Theodoro, poder fazer parte desse processo é importante para estruturar melhor as estratégias de ações no mercado, visando ao desenvolvimento dos relacionamentos com os clientes e a construção de rentabilidade dentro de uma rede global e com exclusividade, com a possibilidade de expandir a atuação por meio de um programa estruturado de referência.

“Temos a oportunidade de promover indicações qualificadas em relação aos prestadores de serviços, bem como de receber dos demais membros do grupo essa mesma confiança na hora de indicar a Ative para seus clientes. Já conseguimos fechar bons negócios oriundos desse trabalho, em que um dos principais objetivos é fortalecer a parceria entre os componentes do grupo e, também, entre fornecedor e cliente”, afirma.

Opine

Envie o seu comentário para a Rede Gazeta. A sua participação é muito importante para nós.